Ir para o conteúdo

Suellen & Tarcísio | casamento

05 / novembro / 2014

Voltamos a cidade do Rio de Janeiro, dessa vez com todos da equipe, para cobertura do evento de Suellen e Tarcísio,afim de fazermos a diferença nessa cidade de 40 graus, portadora da beleza e do caos.
Abaixo, um pouco mais de 10 imagens, mas durante meus pensamentos sobre o que escrever sobre o casal ou sobre o evento, tive a ideia de postar essa poesia de cordel, de autoria (creio eu) de Renato Ramos, a qual tive o privilégio de ouvir, pela primeira e única vez, nesta cidade maravilhosa. Diz o seguinte:

Mal não digas sua sorte
Não esteja desanimada
Serás minha até a morte
Já tens a sorte marcada

Há de construir um lar
Cheio de mimo e calor
Para contigo casar
Aos pés de nosso Senhor

E para nos alegrar
nos tornar bem mais felizes
mandarei para o nosso lar
Um ó, dois, ó três petizes

Nunca me hei de zangar
se me souberes compreender
Porque eu saberei lutar
Pra te amar até morrer

Não te posso ver chorar
Vida que minha alma quer
Se vai comigo casar
Vai ser a minha mulher.









Sem comentários ainda

Deixe uma resposta

Note: Você pode usar o XHTML básico em seus comentários. O seu endereço de e-mail nunca será publicado.

Subscrever ao feed deste comentários via RSS